ícone ícone ícone ícone ícone ícone ícone

CARE condena o direcionamento de infraestrutura alimentar crítica na Ucrânia

Declaração de Deepmala Mahla, VP da CARE – Assuntos Humanitários

Julho 22, 2023 -Estamos extremamente preocupados com o contínuo direcionamento da infra-estrutura civil, incluindo o fornecimento de grãos no sul da Ucrânia, e com a decisão da Rússia no início da semana de sair da iniciativa de grãos do Mar Negro.

Esses desenvolvimentos recentes já levaram a um aumento considerável nos preços das commodities, o que subsequentemente terá um enorme impacto negativo sobre os pobres em todo o mundo, especialmente mulheres e famílias, aumentando sua insegurança alimentar.

Milhões em todo o mundo que estão lutando contra uma crise de custo de vida, especialmente os países que dependem fortemente de importações de commodities – incluindo Somália, Etiópia e Iêmen – serão os mais atingidos. As comunidades desses países já enfrentam insegurança alimentar em nível de crise, com muitas vivendo à beira da fome. Além do mais, aqueles que são marginalizados devido ao sexo, idade, etnia, nacionalidade, sexualidade ou outras características consistentemente suportam o peso da crise, mas têm menos estratégias de enfrentamento positivas nas quais contar para assistência.

A CARE condena o direcionamento de civis e infraestrutura civil, incluindo infraestrutura alimentar crítica da qual o mundo depende. Reiteramos nosso apelo para que todas as partes renovem seus compromissos com a Iniciativa de Grãos do Mar Negro e que o fluxo de alimentos para países que já enfrentam uma grande crise de fome continue sem impedimentos.

Media contato: Anisa.Husain@care.org

 

De volta ao topo