CARE Expande Resposta a Emergências no Mali - CARE

CARE Expande Resposta a Emergências no Mali

© 2012 CARE
© 2012 CARE

Novos combates e emergência alimentar obrigaram quase 375,000 a deixar suas casas

BAMAKO (24 de janeiro de 2013) - A violência crescente e uma emergência alimentar séria em curso intensificaram a crise humanitária no Mali. A CARE está expandindo sua resposta de emergência no país e está entregando alimentos e suprimentos de emergência para 21,000 mulheres, homens e crianças em Mopti, uma das áreas mais afetadas pelos conflitos recentes. As entregas de alimentos incluem arroz e outros cereais fortificados, legumes ricos em proteínas, óleo de cozinha e sal. A CARE também está distribuindo 2,000 kits de emergência, incluindo lonas, cobertores, colchonetes, sabonete e utensílios de cozinha.

“Embora tenha havido muito foco na crise de segurança no Mali, é importante lembrar a crise humanitária”, disse Claudine Mensah Awute, diretora nacional da CARE Mali. “Milhares de pessoas estão se deslocando e até ocorreram casos de crianças desacompanhadas que chegaram à cidade. Outros estão se escondendo em suas casas sem água, comida ou qualquer conexão com o mundo exterior. ”

Estima-se que 375,000 mil malianos foram forçados a deixar suas casas devido a um conflito violento e uma emergência alimentar que afetou toda a região do Sahel na África Ocidental no início do ano passado. Com a intensificação dos combates no norte do Mali, quase 10,000 pessoas foram deslocadas de suas casas apenas nas últimas duas semanas. A CARE pediu a expansão e proteção do espaço humanitário na parte norte do país para que as organizações de ajuda possam entregar ajuda de emergência vital.

“Há uma necessidade urgente de expandir o acesso humanitário porque ainda existem áreas sem ajuda”, disse Mensah. “Pedimos a todas as partes que estabeleçam um corredor humanitário imediatamente para que possamos alcançar essas pessoas que estão esperando por ajuda”.

A CARE também apela à comunidade internacional para aumentar o seu apoio a uma resposta humanitária no Mali.

“Houve enormes lacunas de financiamento no ano passado para o Mali e para toda a região do Sahel, e este ano, apesar de todos os olhos estarem voltados para o Mali, apenas um por cento das necessidades de financiamento foram atendidas para a crise atual”, disse Mensah. “A comunidade humanitária não pode responder se os fundos não estiverem lá. Sem financiamento, as pessoas continuarão sem alimentos, sem que suas necessidades básicas sejam atendidas. Isso é inaceitável."

Leia “Nightmare in Mali”, um relato em primeira pessoa de Diabaly, Mali, conforme contado à CARE>

media Contacts:

Genebra: Sandra Bulling, CARE, bulling@careinternational.org, + 41.79.205.6951
Atlanta: Brian Feagans, CARE, bfeagans@care.org, +1.404.979.9453, +1.404.457.4644