CARE insta o Congresso a aprovar financiamento suplementar de emergência para combater o COVID-19 e a fome global - CARE

CARE insta o Congresso a aprovar financiamento suplementar de emergência para lidar com o COVID-19 e a fome global

(Washington, DC, 28 de abril de 2022) - Hoje, o governo Biden-Harris divulgou um pedido ao Congresso dos EUA para financiamento crítico para lidar com os impactos humanitários e alimentares de emergência da crise na Ucrânia.

A seguinte citação pode ser atribuída a Ritu Sharma, Vice-Presidente de Programas e Política dos EUA da CARE:

“Saúdo o pedido da Casa Branca ao Congresso hoje para financiamento crítico para assistência humanitária, incluindo assistência alimentar de emergência, e sua reiteração de seu pedido anterior de fundos para vacinar o mundo contra o COVID-19. A COVID não conhece fronteiras e sem o investimento dos EUA em vacinas, terapias e profissionais de saúde da linha de frente em todo o mundo, continuamos a correr o risco de morte sem sentido, retrocedendo em saúde global, desenvolvimento e investimentos humanitários e pressões econômicas aqui em casa.

A necessidade de assistência alimentar emergencial também é grande. Mesmo antes da guerra na Ucrânia, os níveis globais de segurança alimentar têm aumentado constantemente nos últimos anos, com cerca de 811 milhões de pessoas atualmente enfrentando fome em todo o mundo. Agora, a necessidade é muito maior e essas interrupções afetarão o acesso a alimentos na África Oriental, África Ocidental/Sahel, Oriente Médio e Norte da África. Preocupo-me em particular com as mulheres e raparigas destas regiões, que muitas vezes comem por último e menos nas crises.

O Congresso não pode deixar esse momento passar sem um investimento significativo. Peço ao Congresso que aprove rapidamente o financiamento suplementar de emergência que inclui US$ 5 bilhões para o COVID-19 e US$ 5 bilhões para assistência alimentar emergencial”.