Queda de energia na Venezuela causa maior vulnerabilidade das mulheres - CARE

Queda de energia na Venezuela: apagão aumenta a vulnerabilidade de mulheres e meninas

À medida que as condições na Venezuela continuam a piorar, mulheres e meninas estão cada vez mais expostas e vulneráveis ​​a abusos e exploração. Foto: Paddy Dowling / CARE
À medida que as condições na Venezuela continuam a piorar, mulheres e meninas estão cada vez mais expostas e vulneráveis ​​a abusos e exploração. Foto: Paddy Dowling / CARE

Em resposta às contínuas interrupções de energia na Venezuela, os especialistas da CARE International advertiram que a situação está agravando uma situação humanitária já catastrófica.

Catalina Vargas, Coordenadora Regional Humanitária para a América Latina, disse: 

“Estamos cientes de que as coisas praticamente pararam por causa das falhas de energia e da falta de água - ambas necessidades muito críticas para a sobrevivência. O impacto desses desenvolvimentos tem um custo muito alto para os venezuelanos em termos de suas necessidades gerais de saúde e saneamento.

“Ainda mais preocupante, há relatos de aumento de incidentes de criminalidade para agravar o que já era uma situação humanitária catastrófica. Mulheres e meninas estão cada vez mais expostas e vulneráveis ​​a abusos e exploração. A CARE e seus parceiros continuam a fornecer apoio para garantir que o combate à violência baseada no gênero; e o bem-estar de mulheres e meninas estão na vanguarda da resposta a esta crise.

“Essa queda de energia paralisou ainda mais o país há quase uma semana e está piorando a crise alimentar que já dura anos. A maioria dos venezuelanos consegue comer apenas uma refeição por dia. Como resultado, 72 por cento de todas as crianças sofrem de desnutrição. ”

Contatos com a imprensa: 

Mahmoud Shabeeb, +962-79-146-39-03 mshabeeb@care.org (com sede em Amã, Jordânia)

Nicole Harris, 404-735-0871 nharris@care.org