Transformação Social e Econômica dos Ultra-pobres (SETU) - CARE

Transformação Social e Econômica dos Ultra-pobres (SETU)

O projeto SETU foi concebido como uma intervenção de sete anos para retirar da pobreza de forma sustentável 45,000 famílias extremamente pobres.

Descrição

O projeto Transformação Social e Econômica dos Ultra-Pobres (SETU) da CARE em Bangladesh trabalhou com a Union Parishads (governos locais) e comunidades extremamente pobres e facilitou oportunidades para os dois grupos se engajarem em diálogo e negociação. Durante este processo, surgiram líderes naturais entre os pobres que foram capazes de mobilizar as comunidades para negociar com os proprietários ou empregadores por salários mais justos e para representar as necessidades da comunidade na Union Parishads. SETU também ajudou a restabelecer reuniões de planejamento orçamentário local, o que permitiu que as pessoas mais marginalizadas defendessem decisões de gastos que beneficiassem suas comunidades. O projeto garantiu que consultas e auditorias sociais fossem realizadas com tomadores de decisão locais e grupos de mulheres marginalizados, para garantir que as perspectivas de certas mulheres pobres fossem levadas em consideração.

SETU foi implementado em quatro distritos no noroeste de Bangladesh que são gravemente afetados pela insegurança alimentar sazonal.

das famílias saíram da pobreza extrema com sucesso

das famílias saíram da pobreza extrema com sucesso

Conquistas do projeto

Pessoas marginalizadas afirmaram seus direitos e prioridades com os governos locais, o que ajudou a aumentar a diversidade das estratégias de subsistência, reduzir a exploração do trabalho e garantir maiores benefícios dos programas de rede de segurança do governo.

O desenvolvimento de grupos de autoajuda da SETU ajudou as mulheres na construção de ativos e ajudou as comunidades a liderar ações coletivas na pesca e no cultivo de vegetais e banana (Union Parishads, ou governos locais, facilitou o acesso a terras públicas e lagoas).

Ao final do projeto, 95% das 45,000 famílias selecionadas haviam saído da pobreza extrema com sucesso.

Recursos

Governança Inclusiva: Transformando as experiências de segurança dos meios de subsistência da CARE Bangladesh

Este documento de 2011 demonstra o potencial transformador da governança local inclusiva na geração de meios de subsistência mais seguros e estratégias de enfrentamento para pessoas extremamente pobres.

Leia o relatório sobre CARE Insights