Iniciativa de Nutrição da África Austral (SANI) - Redução da Desnutrição - CARE

Iniciativa de Nutrição da África Austral (SANI)

CARE pretende atingir mais de 575,000 pessoas através deste projeto no Malawi, Moçambique e Zâmbia, contribuindo para a redução da subnutrição em mulheres e crianças.

Contexto

A desnutrição afeta todas as fases da vida e tem consequências graves que podem impactar famílias e comunidades por gerações. Mulheres desnutridas têm maior probabilidade de morrer no parto e ter bebês com baixo peso ao nascer. E seus bebês são mais vulneráveis ​​a doenças e morte.

Por causa da desnutrição generalizada, Malauí, Zâmbia e Moçambique continuam a ter algumas das taxas de mortalidade infantil mais altas do mundo. A subnutrição durante os primeiros anos críticos de vida reduz a chance de sobrevivência da criança e afeta diretamente o desenvolvimento do cérebro. Crianças cronicamente desnutridas sofrem consequências ao longo da vida na capacidade cognitiva, no desempenho escolar e nos ganhos futuros, limitando o potencial de desenvolvimento das nações. Lidar com a desnutrição agora pode trazer benefícios econômicos 100 vezes maiores do que o custo das intervenções.

Uma mulher sorri para seu bebê, que sorri com a boca bem aberta.
Visitas de campo ao distrito de Dowa no Malawi.

Intervenção

A desnutrição e suas consequências devastadoras podem ser evitadas. A Southern African Nutrition Initiative (SANI) da CARE oferece às mulheres, famílias e profissionais de saúde as ferramentas de que precisam para acabar com a desnutrição em crianças menores de 5 anos e em mulheres grávidas e lactantes.

O SANI é realizado com o apoio financeiro do Governo do Canadá, fornecido por meio da Global Affairs Canada. Os Conselhos de Vancouver e Calgary para a CARE Canadá também estão envolvendo suas comunidades para arrecadar fundos para o SANI.

O SANI ajudará a alcançar mudanças duradouras nas vidas dos participantes do programa ao:

  • Aconselhamento nutricional individual e em grupo para mulheres e homens.
  • Treinar profissionais de saúde para fornecer educação nutricional para mulheres grávidas e lactantes e suas famílias, bem como crianças menores de 5 anos.
  • Fornecimento de alimentação terapêutica a crianças gravemente desnutridas.
  • Apoiar hortas comunitárias e de quintal, fornecendo sementes, ferramentas, equipamentos e treinamento para produzir uma variedade saudável e diversificada de alimentos para as famílias.
  • Construir poços e sistemas de água em colaboração com membros da comunidade para garantir o acesso seguro a água potável.
  • Capacitar as mulheres e expandir suas oportunidades econômicas por meio das Associações de Poupança e Empréstimo da Aldeia, que fortalecem a situação econômica e a autonomia das mulheres e sua capacidade de gerar renda.
  • Melhorar o acesso à nutrição e apoio psicossocial para mães e famílias que vivem com HIV e AIDS.