Trabalho Humanitário da CARE nos Camarões - CARE

Camarões

O HIV é uma das principais causas da pobreza extrema no país: muitas famílias ficam desamparadas quando os membros da família adoecem ou morrem.

Onde trabalhamos
Mapa de onde trabalhamos

Ir para o país

Esforços de socorro nos Camarões

Nos Camarões, a CARE trabalha em parceria com o governo, organizações de desenvolvimento e comunidades locais em programas para melhorar a renda, proteger o meio ambiente, melhorar o acesso à água, fornecer segurança alimentar e fortalecer os cuidados de saúde primários.  

O HIV é uma das principais causas da pobreza extrema no país: muitas famílias ficam desamparadas quando os membros da família adoecem ou morrem. A CARE trabalha na prevenção do HIV e ajuda as comunidades a cuidar de crianças afetadas pelo HIV e AIDS.  

A CARE também fornece apoio humanitário e psicossocial aos refugiados da República Centro-Africana e trabalha com as comunidades ao redor dos campos de refugiados para reduzir as tensões entre os dois grupos. 

A CARE trabalha nos Camarões desde 1978. 

A crise da bacia do Lago Chade

Em Camarões, 4.3 milhões de pessoas precisavam de assistência humanitária em 2019 - um aumento de 30% em relação a 2018. A violência contra civis nas regiões noroeste e sudoeste continua a impactar seriamente os meios de subsistência e gerar necessidades humanitárias agudas. As estações chuvosas tornam o acesso a bens e serviços ainda mais difícil para os deslocados internos e para a população local.

A crise da Bacia do Lago Chade está afetando mais de 17 milhões de pessoas no nordeste da Nigéria, região do Extremo Norte de Camarões, oeste do Chade e sudeste do Níger.

Saiba mais sobre a crise da Bacia do Lago Chade