Trabalho humanitário da CARE em Serra Leoa - CARE

Serra Leoa

O programa de saúde sexual e reprodutiva da CARE está presente em cerca de 30 por cento das comunidades em Serra Leoa, priorizando a implementação em distritos com alta carga de HIV e altas taxas de gravidez na adolescência.

Onde trabalhamos
Mapa de onde trabalhamos

Ir para o país

Esforços de socorro em Serra Leoa

A CARE começou a trabalhar em Serra Leoa em 1961, inicialmente com foco em programas de alimentação escolar para melhorar a nutrição das crianças. Atualmente, a CARE apóia uma rede liderada por jovens para acabar com a mutilação genital feminina e é parceira de várias organizações que combatem a violência de gênero.

Uma grande parte do trabalho da CARE na nação da África Ocidental está focada na melhoria da saúde sexual e reprodutiva das mulheres, apoiando o sistema nacional de saúde através do fornecimento de suprimentos médicos e métodos anticoncepcionais modernos, bem como fornecendo treinamento para provedores de serviços de saúde, a fim de promover serviços de qualidade.

A CARE também trabalha com as comunidades para mudar as normas sociais prejudiciais que impedem mulheres e meninas de acessar seus direitos de saúde sexual e reprodutiva. A CARE dá ênfase especial ao fortalecimento do acesso das mulheres e conscientização dos seus direitos de saúde sexual e reprodutiva e prevenção do HIV e AIDS dentro das comunidades, aumentando a disponibilidade de informações de qualidade e serviços de saúde sexual e reprodutiva, levando em consideração as diferentes necessidades e sensibilidades de gênero, ao mesmo tempo em que trabalhamos paralelamente com as partes interessadas e as comunidades para fortalecer os mecanismos que irão melhorar os serviços e instalações de saúde sexual e reprodutiva para meninas adolescentes e mulheres vulneráveis. O programa de saúde sexual e reprodutiva da CARE está presente em cerca de 30 por cento das comunidades em Serra Leoa, priorizando a implementação em distritos com alta carga de HIV e altas taxas de gravidez na adolescência.

A CARE também trabalha para construir sobre os investimentos feitos no programa de Recuperação Pós-Ebola de Serviços de Saúde (PERHS) a fim de sustentar a instalação, seus sistemas, equipamentos e comunidade em distritos específicos e trabalha para aumentar o empoderamento econômico das mulheres através do desenvolvimento de habilidades.